Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
10
10 NOV 2022
Viaduto Castelo Branco será totalmente interditado a partir de terça para obras de reforço estrutural
enviar para um amigo
receba notícias
Faixas e placas orientativas estão instaladas em toda a região, inclusive com rotas alternativas à disposição dos motoristas
Santo André, 10 de novembro de 2022 - O Viaduto Presidente Castelo Branco, em Santo André, será totalmente interditado a partir da próxima terça-feira (15). O objetivo é dar continuidade às obras de revitalização e reforço estrutural da via, que liga a Avenida Prestes Maia à Avenida dos Estados e ao bairro Santa Teresinha.
 
As intervenções de revitalização e reforço estrutural do viaduto fazem parte das obras do Complexo Viário Santa Teresinha, que foram vistoriadas nesta quinta-feira (10) pelo prefeito Paulo Serra.
 
“Vamos interditar o viaduto por 20 meses. Na madrugada de segunda para terça, o viaduto será totalmente fechado. Vamos comunicar todos os agentes envolvidos diretamente, mas, mesmo com todas as medidas, sabemos que teremos transtornos. O Viaduto Castelo Branco já foi interditado em 2005, então não será a primeira vez. Sabemos que causa transtorno, mas desta vez é por um bom motivo, é para resolver de maneira definitiva essa transposição”, destaca o prefeito Paulo Serra.
 
O chefe do Executivo andou pelo canteiro de obras e enalteceu as melhorias que serão conquistadas com a conclusão do projeto. “A obra é um complexo viário que vai resolver de maneira definitiva essa transposição para Santa Teresinha, Utinga e toda região do segundo subdistrito. O Castelo Branco praticamente será um novo viaduto, que será conectado diretamente com a entrada de Santa Teresinha. E a Avenida dos Estados será alteada, com dois viadutos que vão passar por cima, tirando 70% do volume de tráfego que temos hoje”, explica Paulo Serra.
 
Como forma de minimizar os transtornos, o município tem trabalhado em conjunto com o Waze, aplicativo de mobilidade, para indicar os melhores caminhos aos usuários. “Temos funcionários da Secretaria de Mobilidade Urbana em contato direto com o Waze para orientar todo o trânsito da região e indicar os desvios dentro da localidade de onde a pessoa está. O usuário já vai ter a informação antecipada. Já estamos notificando a plataforma para que eles insiram os desvios como alternativa”, comenta o secretário de Mobilidade Urbana, Almir Cicote. 
 
Desde o dia 9 de outubro o Viaduto Castelo Branco já estava parcialmente interditado. As intervenções restringiam o acesso apenas para o trânsito de veículos pesados. Mas com o avanço das obras e tendo como base laudos técnicos, foi determinada a interdição total para os próximos 20 meses.
 
As obras de recuperação estrutural do viaduto têm a finalidade de proporcionar que a estrutura comporte o aumento na volumetria de tráfego após a entrega do complexo de pontes e viadutos que vai compor o Complexo Viário Santa Teresinha.
 
Rotas alternativas - Para orientar os motoristas, o Departamento de Engenharia de Tráfego destacou rotas alternativas durante o período de interdição a partir de faixas e placas instaladas em toda a região.
 
O motorista que vai sentido São Bernardo do Campo deve utilizar a Avenida dos Estados, acessar o Viaduto Juvenal Fontanela, Avenida Industrial, Rua dos Coqueiros e Avenida Prestes Maia. Outra opção é acessar o Viaduto Adib Chammas, Avenida XV de Novembro e Avenida José Antonio de Almeida Amazonas.
 
No sentido São Paulo/São Caetano do Sul/Mauá, o motorista deverá utilizar a Avenida Prestes Maia, Praça Galdino Ramos, Avenida Industrial, Rua Sumaré e Viaduto Juvenal Fontanela.
 
Já caminhões com eixo máximo de seis toneladas (VUC) deverão utilizar a Avenida Prestes Maia, Avenida Príncipe de Gales, Avenida José Antonio de Almeida Amazonas, Avenida XV de Novembro e Viaduto Adib Chammas.
 
Outra opção para veículos com essa tonelagem, é seguir pela Avenida Prestes Maia, acessar o Viaduto Tamarutaca, Avenida Dom Jorge Marcos de Oliveira, Avenida José Antonio de Almeida Amazonas, XV de Novembro e Viaduto Adib Chammas.
 
Para caminhões com até 4,2 metros de altura, a opção é acessar a Avenida Lauro Gomes, Avenida Bom Pastor, Rua José D’Angelo, Avenida Pereira Barreto, Avenida Ramiro Colleoni, Avenida XV de Novembro e Viaduto Adib Chammas.
 
Complexo viário - As obras do Complexo Santa Teresinha são divididas em fases e têm o objetivo de eliminar cruzamentos da Avenida dos Estados com a saída do Viaduto Presidente Castelo Branco e a travessia do Rio Tamanduateí. Os ganhos projetados no tempo de viagem podem chegar a 300% se comparados com as medições atuais.
 
Com a criação das novas alças elevadas será possível reduzir o número de cruzamentos em nível e melhorar a fluidez do tráfego nos dois sentidos do Viaduto Castelo Branco para acessar o primeiro e segundo subdistritos.
 
Além disso, as novas pistas do Complexo Santa Teresinha vão contar com acessibilidade para pedestres e ciclistas, para garantir maior segurança viária, além da criação de um parque linear sob os viadutos.
Autor: Caroline Terzi e Anderson Fattori
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia