Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
19
19 JUL 2022
Cuidando em Rede premia melhores histórias de cuidado durante a pandemia
enviar para um amigo
receba notícias
Evento marca retorno do programa que teve de ter interrompido por conta da pandemia
Santo André, 19 de julho de 2022 - A manhã desta terça-feira (19) foi marcada pelo retorno do programa de educação permanente Cuidando em Rede, realizado pela Secretaria de Saúde. O evento contou com a participação de cerca de 200 pessoas entre trabalhadores e gestores da rede que, além da troca de experiência, tiveram a oportunidade de apresentar os trabalhos desenvolvidos durante o período de pandemia e ter as melhores iniciativas premiadas. 
 
O secretário de Saúde, José Police Neto, participou da mesa de abertura do evento e falou sobre a importância da implantação do SUS para a democracia do país. “Passamos alguns anos, com muita dificuldade, sem poder sorrir e não foi o período da pandemia e sim ao que antecedeu o Sistema Único de Saúde, em que o povo não tinha liberdade de decidir para nada. Na abertura política do nosso país, o principal elemento democrático foi o Sistema Único de Saúde", afirma.  
 
O Diretor Geral da Secretaria de Saúde, Victor Chiavegato, recordou o momento em que o Cuidando em Rede era construído e comemorou o fato de o programa se manter presente há quase cinco anos. “Me lembro quando começamos a desenhar o projeto no final de 2017 e saber que após quase cinco anos, ele continua movimentando pessoas. É mais do que cuidar em rede, é jogar a rede, puxar a rede, trazer pra cá, então é muito bom saber que ele cumpriu com seu objetivo que é colocar as pessoas de diferentes ares no mesmo espaço, para que a gente consiga se cuidar primeiro e depois cuidar dos nossos usuários”, afirma. 
 
“Depois de tudo que a gente passou durante a pandemia os projetos só mostram que todo mundo deu sua contribuição para passar pela tempestade, a pandemia ainda não acabou, mas os piores dias, com certeza, já passaram”, completou o diretor geral, que atuou na gestão dos três hospitais de campanha montados durante a pandemia.   
 
Os profissionais foram separados por territórios e salas para realizar a troca de experiências. Na ocasião, também ocorreu a palestra virtual do Prof. Dr. Emerson Elias Merhy, sanitarista, professor, escritor e pesquisador de renome internacional.
 
Segundo a Diretora da Escola da Saúde e Coordenadora do Projeto Cuidando em Rede, Stefanie Kulpa, a retomada marca um momento histórico de um importante projeto que propõe encontros regulares com gestores e trabalhadores para discutir como é o cuidado produzido na rede municipal de saúde e como a gestão se organiza e se articula para realizar esse cuidado.  
 
“Isso é fazer educação permanente, é pensar sobre e como se faz. Não é todo município que tem uma estratégia potente como essa, mas além disso, estamos aqui com diversos trabalhadores que vão compartilhar suas histórias de cuidado ao longo da pandemia e nós temos que comemorar o trabalho de cada trabalhador e gestor que contribuiu na defesa da saúde da nossa população durante a pandemia”, comentou Stefanie Kulpa.
 
Premiação - Muitas histórias de cuidado aconteceram ao longo do período de pandemia, mostrando que trabalhadores e gestores, apesar de todas as adversidades do momento, conseguiram produzir uma oferta de cuidado de qualidade à população andreense. 
 
A premiação pelo 1º lugar do concurso “Histórias de cuidado na pandemia” foi para o encarregado técnico Antonio Rinaldo Pagni e a equipe do Consultório na Rua, pelo trabalho desenvolvido junto às gestantes em situação de rua de Santo André. O 2º lugar do concurso foi para o Agente Comunitário de Saúde da unidade Jardim Cipreste, Jairo Araújo Santos, pelo trabalho de Cuidado em Rede e no Território, “Judite”.
 
O trabalho desenvolvido pelo Apoio em Rede junto aos adolescentes das unidades Jardim Santo André e Vila Luzita recebeu o 3º lugar do concurso por meio do Rodrigo Meirelles. O trabalho “Di-ver-cidade Cultural - arte, protagonismo e cultura na rede de atenção psicossocial” recebeu o quarto lugar com os representantes do Caps AD Taiane Mayara Klein e  Vinícius Atalaia.  
 
O evento foi encerrado com a alegria do Grupo de Sampa e do Sarau Poético, formato por pacientes do Caps Jardim.


 
Autor: Rafaela Mazarin
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia