Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
24
24 JUL 2022
Festival de Inverno de Paranapiacaba atrai 75 mil visitantes no fim de semana
enviar para um amigo
receba notícias
Em domingo com presença da tradicional neblina, turistas elogiam estrutura, atrações e gastronomia
 
Santo André, 24 de julho de 2022 - A 21ª edição do Festival de Inverno de Paranapiacaba, que marca a retomada ao formato presencial, foi sucesso de público. As condições climáticas colaboraram e neste fim de semana do evento, 75 mil pessoas compareceram à vila ferroviária para curtir a programação, conhecer o local e aproveitar as apresentações culturais, as opções gastronômicas e todo o contexto histórico da região.
 
Os dois dias de festival reuniram 40 atrações, distribuídas por quatro palcos, sete pontos, mais as apresentações itinerantes. No total, foram aproximadamente 230 artistas que puderam se apresentar em um único fim de semana.
 
“A retomada do Festival de Inverno não poderia ser mais especial. Mais uma vez, a vila foi a grande protagonista do evento, com suas atrações que exaltam a beleza e a singularidade deste local histórico”, afirmou o prefeito Paulo Serra.
 
Andreenses e moradores de outras cidades elogiaram toda a estrutura do FIP, desde o transporte fornecido – ônibus da Prefeitura fizeram centenas de viagens entre o estacionamento e a parte baixa da vila – até organização, disposição e orientação até as atrações.
 
Pela terceira vez no festival, a auxiliar de biblioteca Yasmin Mesquita, de 26 anos, veio desde a Capital para aproveitar o dia em Paranapiacaba e rasgou elogios. "Muito legal. A cidade voltando a ter movimento depois da pandemia, achei muito bem organizado", exaltou.
 
A advogada Larissa Cuadrado, de 25 anos, moradora da Capital, se mostrou surpresa com o que viu na vila. "Às vezes, por ser evento de Prefeitura, a gente pensa que o negócio possa ser meio abandonado, mas aqui está muito bem cuidado, as atrações são legais, comidas maravilhosas, quero voltar de novo", disse ela, que gostou do sistema de transporte disponível até a parte baixa. "As estradas são perigosas, então achei mais seguro vir de ônibus do que com transporte particular."
 
Vindo de Santos, o casal Hedley Carrieri e Viviane Acácio – ambos com 45 anos – também exaltou o Festival de Inverno e, sobretudo, Paranapiacaba. "A vila é muito acolhedora e fotogênica por natureza. É o segundo FIP que a gente vem. E dessa vez ficou ainda melhor com os ônibus descendo até aqui", disse ele. "Este ano foi melhor, com mais opções para comer, para comprar, mais apresentações. Muito organizado", emendou ela.
 
“Mudamos a logística de algumas operações, como, por exemplo, fizemos o acesso pela parte baixa. Percebemos que todas as alterações de organização funcionaram", destacou o secretário de Meio Ambiente, Fabio Picarelli.
 
Festival de inverno? - "Bem-vindos ao Festival de Verão de Paranapiacaba", brincava um palhaço com o público na manhã deste domingo (24). Também pudera: o cenário da véspera se repetia, com céu azul, sol forte e calor. Porém, na parte da tarde o clima e a paisagem ganharam um elemento bastante característico da vila: a neblina. O público, porém, não arredou o pé e ainda aproveitou para fazer fotos com a névoa.
 
"A neblina veio nos visitar. O famoso véu da noiva da lenda de Paranapiacaba, marcando seu território, chegou pontualmente às 15h, como de costume, e o turista pode apreciar mais essa característica da vila: o 'fog' inglês", disse o secretário do Meio Ambiente, Fabio Picarelli.
 
Na avaliação de Picarelli, esta 21ª edição do FIP teve muitos significados. "Os turistas puderam desfrutar das belezas que a própria vila oferece. Tivemos recordes de visitação no Museu Castelo, na Casa Fox e demais ambientes de importância histórica administrados pela Prefeitura. É um marco significativo para essa retomada e para o desenvolvimento econômico dos empreendedores e moradores da região. Então houve um sentimento de positividade. Ouvi dos empreendedores e comerciantes que o resultado foi extraordinário, se tratando de retomada após hiato de dois anos, então senti que ficaram muito entusiasmados. Esperamos ainda este ano trazer outros eventos para o segundo semestre para completar o calendário, com festivais temáticos que possam atrair turistas e cada vez mais turistas para a vila", exaltou.
 
Valorização à cultura local - Os palcos e pontos de apresentação receberam aproximadamente 230 artistas nestes dois dias de festival, todos tendo como origem Santo André ou o ABC.
 
"Ano passado tivemos o festival online. Não tinha a 'graça' de vê-los ao vivo, mas foi oportunidade de favorecer os artistas, mostrar que o trabalho não tinha parado e poder remunerá-los. Agora, neste ano, de forma presencial, é uma alegria para a gente poder valorizar da forma como a sempre quis, com estes artistas fazendo parte da festa. Tenho certeza que para eles é importante participar do Festival de Inverno de Paranapiacaba", destacou a secretária adjunta de Cultura Azê Diniz.
 
A secretária adjunta de Cultura ainda enalteceu o retorno ao formato do festival presencial. "É libertador. A gente fica feliz em ver as pessoas dançando, fazendo ciranda, casais, crianças, é muito legal", disse a secretária, já pensando no ano que vem. "Este foi um sucesso e a gente vê que se pisar fundo pode dar certo. Aperitivo para 2023. Quem sabe não voltamos a fazer em mais finais de semana?", sugeriu Azê Diniz.
 
| Texto: Dérek Bittencourt
dcbittencourt@santoandre.sp.gov.br / 4433-0142
| Fotos: Helber Aggio/PSA

 
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia