Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
01
01 AGO 2022
Santo André abre campanha do Agosto Dourado com programação especial
Foto Noticia Principal Grande
Helber Aggio/PSA
enviar para um amigo
receba notícias
Iniciativa tem objetivo de incentivar a amamentação, destacando a importância do leite materno para a melhor qualidade de vida dos bebês
Santo André, 1º de agosto de 2022 - A Secretaria de Saúde de Santo André preparou um programação especial para o Agosto Dourado, mês dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, destacando sua importância principalmente nos primeiros anos de vida das crianças.
 
Na manhã desta segunda-feira (1º), o Hospital da Mulher “Maria José dos Santos Stein” realizou abertura do Agosto Dourado e da Semana Mundial do Aleitamento Materno, com o tema "Fortalecer a Amamentação - Educando e Apoiando".
 
O evento contou com uma palestra ministrada pelo médico Pediatra e Neonatologista, José Kleber Kobol Machado, que abordou o tema aleitamento. Na sequência, as puérperas e nutricionistas do hospital, Fernanda Cristina de Oliveira e Audenira Menezes Moreno, falaram sobre a importância da amamentação, problemas que passaram e que podiam culminar na falta de leite, além da vitória de conseguir amamentar e doar leite materno. A doadora do Banco de Leite, Aline Bueno, também deu o seu depoimento e trocou experiências com as mães.
 
A iniciativa contou ainda com o talento de Fernando Rossi e da musicoterapeuta Camila Turco, que cantaram para os participantes em formato voz e violão.
 
"Depois de tudo o que a gente viveu na pandemia é muito gratificante retomar nossas ações do dia a dia. Os eventos da Semana do Aleitamento Materno e do Agosto Dourado reforçam as boas práticas dos nossos profissionais no cuidado com as nossas mamães e a qualidade dos serviços do Hospital da Mulher de Santo André", diz o Diretor Geral da Secretaria de Saúde, Victor Chiavegato.
 
A amamentação é um ato de amor, carinho e proteção. O leite materno é o mais completo alimento para o desenvolvimento de uma criança e é capaz de reduzir a mortalidade de menores de 5 anos, por causas evitáveis, além de reduzir o risco de desenvolvimento de doenças crônicas como diabetes e hipertensão.
 
"A importância do aleitamento materno passa por benefícios à saúde física e emocional das mães, como diminuição de riscos de depressão pós-parto, diabetes e alguns tipos de câncer, além de toda a contribuição para o desenvolvimento dos bebês", diz a coordenadora de saúde integral da mulher, Ana Paula Ponceano.
 
Banco de Leite - Dos 42 bebês que estão na UTI do Hospital da Mulher, 28 fazem uso do Banco de Leite. “Esse leite materno recebido para quem doa pode ser pouco, mas para nós toda gota importa, o bebê recebe um ou dois mililitros. Esse leite vai salvar a vida do bebê internado na UTI neonatal e permitir que ele tenha uma vida melhor, diminuindo a mortalidade infantil”, explica a supervisora do Banco de Leite do hospital, Luciene Barbosa dos Santos.  
 
Apesar de contar com 37 doadoras fixas, o hospital constantemente trabalha na busca ativa de novas doadoras para garantir o abastecimento do estoque. Cada frasco com 300 mililitros pode beneficiar até dez bebês. Pessoas que fazem uso de bebidas alcoólicas, cigarro, receberam transfusão sanguínea ou tenham sorologia inadequada não podem fazer a doação.
 
Como doar - O Banco de Leite Humano do Hospital da Mulher atende de segunda a sexta, das 8h às 18h. Para doar, é preciso ligar no telefone 4478-5048 ou 4478-5027. É realizado um cadastro e agendada uma visita à casa da doadora para o recolhimento do leite. A mãe deve retirar o excedente e armazená-lo segundo orientações.
 
Todo o leite doado passa por um processo de pasteurização e é submetido a controles de qualidade antes de ser distribuído aos bebês prematuros e outros bebês que são clinicamente impossibilitados de recebê-lo do seio materno. Há também serviços de orientação e tira-dúvidas sobre aleitamento materno.
 
O hospital também recebe doação de frascos de vidros com tampas de plástico, como os de maionese ou café solúvel. Esse material é esterilizado e seguro, pois é resistente ao congelamento e descongelamento. O processo faz com que o leite não perca seus nutrientes e a tampa de plástico evita que se acumulem cheiro e resíduos.


 
Autor: Rafaela Mazarin
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia