Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
25
25 JUN 2022
OBRAS PÚBLICAS
Região da Chácara Baronesa, em Santo André, receberá mil moradias
enviar para um amigo
receba notícias
As unidades habitacionais serão construídas em duas áreas de titularidade do município
Santo André, 25 de junho de 2022 - A região da Chácara Baronesa contará com a construção de mil moradias. A iniciativa é fruto de convênio anunciado pelo Governo do Estado São Paulo. As unidades habitacionais serão construídas no Jardim Alzira Franco e no Jardim Irene, com gestão da Empresa Municipal de Habitação Popular, a EMHAP, que também integra o convênio e passa a produzir novamente unidades habitacionais pela cidade.


“Importante este diálogo com essas mais de mil famílias que serão beneficiadas até o fim de nossa gestão com moradia digna e de qualidade. Enquanto as famílias não são removidas, vamos levar asfalto e iluminação em LED para os moradores da Chácara Baronesa como um compromisso com a dignidade e qualidade de vida da nossa gente”, destacou o prefeito Paulo Serra durante vistoria no local neste sábado (25).


O convênio engloba outras questões entre município e estado como o levantamento social das famílias, acompanhamento, repasse financeiro e por fim a restauração do local.


“Além de ajudarmos a resolver um problema de décadas do parque, agora vamos dar a moradia digna para estas pessoas. A situação aqui é desumana e não pode continuar assim”, pontuou o secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Rafael Dalla Rosa, que também participou da vistoria e manteve conversa com os moradores locais.


Uma comissão será criada com os moradores para alinhar questões de cadastro e critério para o processo das unidades habitacionais.  “Chegamos à etapa em que nosso sonho se transforma em realização. Fica aqui nosso agradecimento”, comemorou o líder comunitário e vice-presidente da Associação dos Moradores da Chácara Baronesa, David Cleberson Costa Marinho.


Histórico – Área de Proteção Ambiental localizada no Município de Santo André, a antiga Chácara dos Crespi, um imóvel rural com área de cerca de 340 mil m², também conhecida por Haras, foi implantada na década de 40 do século passado. 


A propriedade foi vendida para a Baronesa Maria Branca Von Leittner, passando a ser conhecida, desde então, como a Chácara da Baronesa.


Em julho de 1987 a lei estadual 5.745 reconheceu o local como Área de Proteção Ambiental (APA) e, nesse mesmo período, o Condephaat abriu o processo de tombamento do antigo Haras.


Com o advento da lei 10.861, de 31 de agosto de 2001, esta área foi designada como Parque Estadual, criando assim o denominado “Parque Estadual Chácara da Baronesa”.
 
| Texto: Caroline Terzi
clterzi@santoandre.sp.gov.br / 4433-0142
| Fotos: Alex Cavanha e Angelo Baima/PSA
Autor: Caroline Terzi
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia