Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
26
26 AGO 2022
GCMs de Santo André participam de seminário sobre avanços e desafios na proteção às mulheres vítimas de violência
enviar para um amigo
receba notícias
Agentes que atuam na Patrulha Maria da Penha participam da troca de experiências e aperfeiçoamento dentro da rede de proteção criada para estas mulheres
Santo André, 25 de agosto de 2022 - Guardas Civis Municipais (GCMs) de Santo André que atuam na Patrulha Maria da Penha estão participando do 3º Seminário sobre Violência Doméstica, com o tema “Guardiã Maria da Penha: Avanços, entraves e mitos sobre a violência doméstica”, promovido pela Secretaria Municipal de Segurança Urbana, da Prefeitura de São Paulo.
 
O encontro, que acontece até esta sexta-feira (26), conta com a presença de guardas municipais de outras cidades e acontece no Clube Hebraica, no bairro de Pinheiros, na capital paulista. O evento tem como objetivo promover discussões e estimular a conscientização, além de debater sobre os principais avanços e desafios no trabalho de combate à violência e de proteção às mulheres.

A GCM Danielle Cristina de Lima Coelho, que participa do seminário, destaca a importância da troca de experiências entre os municípios nesse encontro. "Viemos em busca de novos conhecimentos para aprimorar o nosso trabalho. Com a troca de experiências podemos implementar novos métodos para melhorar o atendimento e aconselhamento, mantendo essas mulheres vítimas de violência nas redes de apoio existentes", destaca.
 
Entre as boas práticas trocadas estão a manutenção de uma rede de proteção e a garantia dos direitos destas mulheres. Em Santo André, um programa lançado em outubro de 2020 foi a Patrulha Maria da Penha, que atende e monitora 519 mulheres com a atuação da GCM, seja no atendimento de ocorrências em flagrante ou no exercício do seu papel de proteção e fiscalização da integridade física de mulheres vítimas de violência.
 
"O trabalho realizado pela Patrulha Maria da Penha conta com uma atuação constante, com a realização de rondas periódicas que obedecem o ciclo de atuação da Lei Maria da Penha e garante a sua aplicabilidade. Esta importante ferramenta protetiva se junta a ações que integram essa rede de proteção que já existe em nossa cidade", destaca o secretário de Segurança Cidadã, Edson Sardano.
 
Ana - Outra funcionalidade destacada pela GCM de Santo André no trabalho de proteção destas mulheres é a utilização do aplicativo Ana, sistema quer foi desenvolvido por um Guarda Civil Municipal da cidade de Paulínia, no interior paulista. Este app é disponibilizado exclusivamente para as mulheres que possuem medidas protetivas vigentes e que são atendidas pelo programa Patrulha Maria da Penha.
 
Nas situações de risco à integridade física destas mulheres, a vítima aciona um botão desta ferramenta e um alarme soa na sede do COI (Centro de Operações Integradas) da Prefeitura e também na sede da GCM.
 
Desde o lançamento deste aplicativo, no ano passado, 125 mulheres fizeram a instalação em seus telefones e 126 chamados foram realizados por meio desta plataforma. Isso possibilita agilidade no atendimento das ocorrências em que a integridade física das mulheres esteja em situação de risco e vulnerabilidade.  

| Texto: Daniel Betega     
Autor: Daniel Betega
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia