Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
11
11 SET 2022
Região da Vila Luzita, em Santo André, ganha Complexo de Assistência Social Andreense
Foto Noticia Principal Grande
Helber Aggio/PSA
enviar para um amigo
receba notícias
Espaço oferecerá atendimento de segunda a sexta e terá capacidade de realizar cerca de 9 mil atendimentos em cada serviço ofertado

Santo André, 11 de setembro de 2022 – Moradores da Vila Luzita, em Santo André, ganharam na manhã deste domingo (11) o Complexo de Assistência Social Andreense (Casa). O equipamento está localizado na Avenida São Bernardo com a Rua dos Cocais e tem capacidade de realizar cerca de 9 mil atendimentos, de segunda a sexta, das 8h às 17h. 

 

O espaço reúne, na mesma estrutura, diversos serviços deste segmento como Cras (Centro de Referência da Assistência Social), Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e Conselho Tutelar.

 

“Estou muito feliz com mais essa entrega. É um sentimento que estamos no caminho certo e a gente vê o resultado na ponta. Estamos entregando um enorme complexo de assistência social no momento em que as pessoas mais precisam. Com as pessoas tomando ciência que esse equipamento existe e dos direitos que elas têm, o volume de atendimento vai melhorar muito”, afirma o prefeito Paulo Serra.

 

“Estamos em paralelo fazendo um diagnóstico em várias áreas de políticas públicas. A pandemia nos impôs a obrigação de rediagnosticar as demandas, quantidades de pessoas em situação de rua, além das pessoas em vulnerabilidade social. Estamos aumentando em 30% o atendimento na região que mais precisa e, além disso, queremos chegar na cidade toda”, conclui o prefeito. 

 

O secretário de Cidadania e Assistência Social, Marcelo Delsir, participou do evento de entrega e, emocionado, falou sobre esse equipamento que é um marco para a cidade e representa um divisor de águas para a política de assistência social do município.

 

“Nunca houve uma estrutura tão bem colocada no lugar mais necessário. Temos 13% da população da cidade na região do Vila Luzita e 23% dos cadastros únicos estão aqui. São ao todo 16 mil cadastros nesta região, sendo 10 mil de pessoas com extrema pobreza. Esse local é estratégico para assistência social e vamos conseguir fazer o nosso papel transformando a vida dos que mais necessitam. Esse equipamento não traz só um ponto de assistência social, mas também uma reflexão de como podemos mudar a nossa sociedade”, diz Marcelo Delsir.

 

“Santo André está trabalhando para ser uma cidade mais protetiva e mais inclusiva, buscando através desse trabalho diminuir a pobreza e fazer com que as pessoas tenham desenvolvimento humano e social por meio da transformação de suas realidades. No primeiro trimestre de 2022 houve 9 mil atendimentos individualizados. Neste equipamento vamos aumentar de em até 30% o volume de atendimentos no mês. Estamos redividindo essa região e mais pra frente vamos entregar o Cras Jardim Santo André”, completa o secretário de Cidadania e Assistência Social.

  

Em uma estrutura de aproximadamente 2 mil metros quadrados, o Complexo de Assistência Social Andreense recebeu investimento de mais de R$ 2,3 milhões e um longo processo de recuperação da estrutura e remodelação do tipo de atendimento. A partir desta segunda-feira (12), o equipamento já iniciará os atendimentos do serviço que é porta aberta, ou seja, sem necessidade de encaminhamento prévio para atendimento. 

 

De acordo com a diretora da proteção social básica, Francinete Menezes, muitas pessoas não acessam o serviço por vergonha e, outras tantas, por não saber dos direitos.   

 

 “Algumas pessoas estão desempregadas e chegam envergonhadas pois não querem precisar de ajuda. No entanto, a política de assistência não é uma ajuda, é uma política de direitos, mas para exercer direito, eu preciso me saber cidadão. Infelizmente, ainda encontramos pessoas que não têm documentos, identidade e muitas delas que possuem vínculos rompidos, com situações em que a pessoa é idosa, está vivendo na miséria absoluta e não sabe que possui esse direito”, pontua.

 

Histórico - O local que abriga o Complexo de Assistência Social Andreense foi destinado originalmente à construção do Hospital do Idoso, que teve por diversas vezes atrasos na obra e paralisações por conta de sucessivas mudanças de projeto e pendências junto aos órgãos bancários financiadores da construção. Um estudo técnico foi feito em 2018 para averiguar as condições estruturais e se decidiu dar nova destinação ao espaço, que não comportaria mais a construção do hospital.

 

Outras entregas na região - A Vila Luzita vem recebendo série de benfeitorias e equipamentos nos últimos anos, como a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), o recapeamento da Avenida Capitão Mario Toledo de Camargo, o Hospital do Idoso, a segunda unidade do Restaurante Bom Prato, entre outros.

Autor: Rafaela Mazarin
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia