Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
25
25 OUT 2022
DESTAQUES
Lançamentos de imóveis em Santo André crescem 406% no primeiro semestre deste ano
enviar para um amigo
receba notícias
Levantamento realizado pela Acigabc e Secovi comparou desempenho do setor no ABC entre janeiro e junho de 2022 e o mesmo período do ano passado no ABC
Santo André, 24 de outubro de 2022 - O número de lançamentos de imóveis em Santo André no primeiro semestre deste ano foi 406% maior do que no mesmo período do ano passado, segundo pesquisa imobiliária realizada em conjunto pelo Secovi (Sindicato das Empresas de Compra, Venda e Administração de Imóveis) e Acigabc (Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC).
 
Santo André foi o município da região que apresentou maior crescimento no segmento da construção civil, ficando bem à frente de São Caetano, única cidade que apresentou alta além de Santo André. São Caetano teve crescimento de 20% no número de lançamentos no período frente ao mesmo semestre de 2021.
 
De acordo com o levantamento, divulgado na última quinta-feira (20) no evento Construindo o Grande ABC, o mercado imobiliário na região teve uma alta de 27% no número de lançamentos na comparação com o primeiro semestre do ano passado. Foram contabilizados 2.223 lançamentos em 2022, contra 1.752 no primeiro semestre de 2021. Das 2.223 unidades lançadas este ano, 1.588 unidades estavam em Santo André.
 
A pesquisa analisou também o desempenho do setor em valores, o chamado VGL (Valor Geral de Lançamento) e, nesse caso, foi registrada alta de 23% na comparação entre os dois períodos na região. No primeiro semestre de 2021, foram movimentados R$ 660 milhões em lançamentos, enquanto neste ano foram movimentados cerca de R$ 815 milhões. Santo André apresentou o melhor desempenho, com alta de 111%.
 
No aspecto do levantamento que leva em conta o desempenho das vendas de imóveis residenciais lançados ou em estoque, o município apresentou alta de 314%, ficando mais uma vez bem à frente do segundo melhor desempenho, que foi o da cidade de Mauá, cuja alta foi de 33%. Na região, as vendas de imóveis residenciais tiveram alta de 40%.
 
Foram comercializadas 1.561 unidades no primeiro semestre de 2021 nas sete cidades da região, enquanto neste ano foram comercializadas 2.187.
 
Em valores, o levantamento apontou alta de 34% na região no período, sendo que Santo André novamente apresentou o melhor desempenho. Registrou alta de 126% no Valor Geral de Venda (VGV) entre o primeiro semestre do ano passado e o primeiro semestre deste ano.
 
Foram contabilizados aproximadamente R$ 204 milhões em vendas de imóveis residenciais em Santo André no ano passado, contra R$ 460 milhões em 2022, em valores atualizados pelo INCC-DI da Fundação Getúlio Vargas.
 
“Quero deixar meu agradecimento pelo convite para participar do evento Construindo o Grande ABC, onde tive a grata surpresa de ter acesso à pesquisa encomendada pela Acigabc que constatou que Santo André liderou o número de lançamentos imobiliários na região. Isso mostra que a nossa política de desenvolvimento econômico, cujo DNA é atrair investimentos para a geração de emprego e renda, tem funcionado muito bem. Para isso, temos focado o trabalho em três pilares, que são melhorar o ambiente de negócios, melhorar a competitividade das empresas, e fomentar uma cultura de qualificação, inovação e empreendedorismo. Isso tudo somado a uma proximidade e diálogo permanente com os setores econômicos estratégicos. Estamos seguindo no caminho certo”, diz o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato.
 
As cidades do ABC encerraram o primeiro semestre de 2022 com a oferta de 3.008 unidades disponíveis para venda. Esta oferta é formada por imóveis na planta, em construção e prontos (estoque). Houve um aumento de 142% em relação ao primeiro semestre de 2021, com o registro de 1.244 unidades, segundo a pesquisa. Neste aspecto do levantamento, Santo André registrou 258% de alta.
 
O diretor da Acigabc, Milton Bigucci Jr, destacou a responsabilidade de Santo André em elevar os indicadores da região, ao apresentar resultados muito bons não só no número de lançamentos, mas também no de vendas. “O setor imobiliário da nossa região permanece aquecido, apesar das recentes crises como pandemia e a guerra na Ucrania. O empresariado demonstrou confiança para lançar mais empreendimentos e obteve uma excelente resposta dos clientes que continuam adquirindo imóveis para sua moradia ou para investimento e proteção financeira”, analisa.
 
Perfil do imóvel - Os imóveis de dois dormitórios destacaram-se em quase todos os indicadores no período de janeiro a julho de 2022, registrando o maior número de vendas (2.187 unidades), de lançamentos (2.233 unidades) e de oferta final (3.008 unidades).
 
Já os imóveis com metragem entre 45 m² e 65 m² de área útil lideraram, entre janeiro e julho de 2022, em lançamentos (2.233 unidades) e também tiveram a maior quantidade em vendas, com 42% do total (2.187 unidades). Os imóveis com preço entre R$ 230 mil e R$ 500 mil destacaram-se no período de janeiro a julho de 2022 em quantidades de unidades lançadas (2.233 unidades).
 
| Texto: Paola Zanei
| Fotos: Divulgação
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia