Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
08
08 AGO 2022
OBRAS PÚBLICAS
Programa Água Legal inicia obras de saneamento na Comunidade do Kibon
enviar para um amigo
receba notícias
Cerca de 4,5 mil pessoas da região serão beneficiadas com as intervenções

Santo André, 6 de agosto de 2022 - Com o objetivo de proporcionar qualidade de vida e cidadania a cada vez mais andreenses, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e a Prefeitura de Santo André estão levando o programa Água Legal a mais um ponto da cidade. A iniciativa, que realiza obras de saneamento para a população de maior vulnerabilidade social, chegou neste sábado (6) à Comunidade do Kibon.

O prefeito Paulo Serra acompanhou o início das intervenções, que vão beneficiar cerca de 4,5 mil moradores.

"Sabemos das demandas que temos no Kibon, mas estamos avançando em todas as comunidades. Estamos resolvendo este problema da água, vamos ter depois asfalto, regularização fundiária e por fim a urbanização, um passo de cada vez. Aos poucos teremos mais conquistas, trazendo resultados para a comunidade", afirma.

O programa Água Legal teve início na cidade de Santo André em janeiro de 2020 e desde então vem promovendo diversas melhorias na vida da população. Reconhecida pela Rede Brasil do Pacto Global da ONU, a iniciativa implantada nas cidades onde a Sabesp atua tem a finalidade de regularizar ligações de água em áreas de risco social, mediante autorização dos órgãos competentes. 

Nessas localidades, em geral os moradores são abastecidos de modo precário por tubulações improvisadas e sujeitas à contaminação. Na Comunidade do Kibon, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, exerceu um trabalho junto ao Ministério Público para que a região recebesse tal benefício.

A Prefeitura segue em busca de viabilizar recursos financeiros, junto aos governos estadual e federal, para realizar a urbanização das áreas e a remoção de famílias com a destinação a moradias de interesse social. A administração continua trabalhando junto à comunidade com comunicação direta e constante, e sempre em alerta para situações de risco, em operações especiais principalmente em épocas de chuva, mitigando riscos, agindo com rapidez e preservando vidas.

Histórico - A ocupação da Comunidade do Kibon, também conhecida como Vista Alegre, começou na década de 1980, em terreno particular. Cresceu de maneira significativa na década seguinte e, por se tratar de uma área onde havia densa vegetação, nascentes e curso d'água, foi alvo de ação do Ministério Público pela desocupação das áreas de preservação e também de áreas consideradas de risco.

Investimento - Assinado em 2019, o contrato da Sabesp com a Prefeitura de Santo André por 40 anos prevê investimento de cerca de R$ 917 milhões durante o período. Considerando os recursos da companhia para o Fundo Municipal de Saneamento (FMSA) num total de R$ 622 milhões, o investimento na cidade passa de R$ 1,5 bilhão. A empresa também investe no combate a perdas de água, entre outros programas.

| Texto: Guilherme Menezes
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia