Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Santo André e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Santo André
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
17
17 AGO 2022
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Em dois anos, WhatsApp do Vem Maria ultrapassa dois mil atendimentos
enviar para um amigo
receba notícias
Equipamento atende mulheres vítimas de violência doméstica, institucional, sexual, digital e assédio moral em Santo André
Santo André, 17 de agosto de 2022 - O Vem Maria, serviço da Prefeitura de Santo André voltado ao acolhimento e suporte a mulheres vítimas de violência, chegou a 2.253 atendimentos via WhatsApp. O equipamento passou a atender remotamente em junho de 2020, por meio do número 4992-2936. As munícipes podem mandar mensagens de texto ou áudio de segunda a sexta, das 9h às 18h.

"A abertura de mais um canal de comunicação com nossas mulheres foi essencial. Muitas vezes, a mulher ainda muito fragilizada pela vivência da violência não tem forças para sair de casa para iniciar o atendimento, mas consegue mandar uma mensagem, abrir um diálogo, então seja para uma dúvida pontual, um pedido de ajuda ou mesmo para iniciar um acompanhamento”, afirma a diretora do Departamento de Proteção Social Especial, Desiree Arruda.

A iniciativa foi lançada em meio ao aumento no Brasil de agressões contra mulheres durante a pandemia. De acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ao menos uma pessoa ligou para o 190 por minuto, em 2021, denunciando agressões decorrente da violência doméstica.

Em todas as situações, a profissional responsável pelo atendimento no Vem Maria prioriza respostas individualizadas e faz os encaminhamentos necessários, sempre de acordo com a decisão da mulher atendida.

Caso a vítima entre em contato em meio a uma situação de emergência, uma equipe de plantão do Vem Maria retorna o contato, mesmo fora do horário de atendimento. No entanto, em situações urgentes de violência, a orientação da Secretaria de Cidadania e Assistência Social é priorizar o contato com a Polícia Militar (190), Guarda Civil Municipal (153) ou Central de Atendimento à Mulher (180), do Governo Federal.

A maior parte dos atendimentos do Vem Maria é relacionada à violência doméstica, mas também há mulheres que procuram por auxílio depois de passarem por outros tipos de violência, tais como a institucional, sexual e assédio moral, além da violência digital, quando há difamação da mulher pelo parceiro na internet e com a chamada “pornografia da vingança”, que consiste em divulgar em sites e redes sociais fotos e vídeos com cenas íntimas do casal, para constranger e ameaçar as mulheres.
 
Histórico - Criado há 24 anos, o Vem Maria tem como objetivo promover acolhimento, acompanhamento social e atendimento psicológico a mulheres vítimas de violência. O centro de referência do programa recebe por mês cerca de 280 mulheres, algumas pela primeira vez e outras que retornam para passar por atendimento psicossocial da equipe técnica multidisciplinar, formada por uma assistente social e duas psicólogas.
 
Autor: Daniele Vieira
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia